Sábado, 19 de Outubro de 2019

Isto não é um mundo de gente séria. É uma latrina

O mundo é um caso estranho e difícil de compreender.

Até aos 84 anos não me cansei de estudar o porquê de um mundo tão desigual onde eu tinha tudo e um amigo meu não tinha nada mais do que água para beber das fontes públicas.

A minha inquietação começou aos cinco anos e foi quase sempre um martírio por não encontrar razão ao ser humano para se matar estupidamente, como se desde a sua aparição na Terra nada lhe chegasse.

Depois das selváticas invasões do Iraque, da Líbia e da Síria por facínoras travestidos de Democratas, a minha tristeza aumentou.

Os assassinatos dos povos daqueles países vinham-me confirmar que a vida do ser racional não passava de um erro da evolução. Os hediondos assassinos seriam a continuidade dos cães da pradaria em vez das delicadas pombas da paz.

Os hominídeos, engravatados e cheirosos que hoje se arrogam como os seres mais evoluídos do Planeta, não passam de torpes descendentes de bactérias disformes ou de vírus que teimam em destruir o mundo em que vivemos.

A morte praticada com um sadismo inimaginável provocada pelos Turcos sobre os Curdos, com a cumplicidade dos EUA é do mais baixo e vil que podemos observar.

Acreditar que os humanos se separaram dos chimpanzés há sete milhões de anos e que o Homo Sapiens tem 400 mil anos, e mesmo assim não teve tempo para compreender e viver os afetos não é admissível.

A evolução do ser humano tem de começar num vírus asqueroso, passar por cascavel, evoluir para cão de pradaria e a partir daí continuar o seu caminho até aparecer este monstro inqualificável que dá todos os seres humanos que semeiam a terra de sangue e de horrores.

Perante aquilo a que assistimos todos os dias há algo que está muito errado.

Temos tudo, e queremos o quê?

A Terra não chega para todos vivermos em paz e segurança?

Não podemos permitir que gente mal formada, que induz os néscios e a gente inculta no erro, continue a sua obra destruidora. A Comunicação Social tem de ter aqui um papel primordial ao denunciar as investidas dos loucos, sejam eles da Esquerda ou da Direita. As guerras têm de terminar.

Isto assim não é um mundo de gente séria. É uma latrina infecta de onde apetece fugir, para não se entrar na paranoia assassina.

 

Anterior “Esplendor de Portugal atrapalhado, salvo pela Cynthia”

C.S

publicado por regalias às 19:17
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Fascismo sem fascistas e ...

. Cunhal teve ideias premon...

. António Ferro, como era d...

. Deputados palhaços ou Dep...

. Quanto tens, quanto vales

. Incompetência ou falta de...

. Isto não é um mundo de ge...

. Esplendor de Portugal atr...

. Catalunha é mais poderosa...

. No País dos loucos salvem...

.arquivos

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds