Domingo, 1 de Julho de 2018

Médicos portugueses a caminho da Venezuela

A Venezuela não precisa muito para voltar a recuperar a sua pujança, a sua alegria, a sua afabilidade.

O território está prenhe de riquezas impossíveis de explorar se os complexos industriais e mineiros não tiverem os mecanismos necessários para a sua rentabilização.

Com estúpidas sanções, o país dificilmente consegue superar a crise em que vive. É neste momento que todos os países que aí têm cidadãos seus devem fazer o mesmo que Portugal, enviando para a Venezuela médicos, medicamentos e alimentos.

É infame que por imposições políticas se tente subjugar um país a qualquer regime que não o escolhido pelo povo.

Quando observamos a água chilra em que navega a Democracia e a corrupção que a suporta, já ninguém tem a certeza qual o melhor regime político e qual a razão por que os países não podem experimentar outras soluções que abranjam todo o povo e não só uma parte dele.

O exemplo dos médicos portugueses e do Ministério dos Negócios estrangeiros pode ser a abertura para outros países seguirem esta via e salvar um povo maravilhoso, acolhedor e grato como é o Venezuelano.

Portugal já viveu uma situação semelhante e tremendamente dramática quando a própria Sociedade das Nações se recusou a emprestar dinheiro, a menos que o Governo Português os deixasse dizer como e onde ele devia ser investido.

A Ditadura Militar em 1926 recusou o vexame, mas como não conseguiu resolver o problema teve de chamar o Professor Oliveira Salazar que através de uma política de contenção de despesas, coordenada pelo Ministério das Finanças e incitamento ao trabalho, conseguiu recuperar o País depauperado pela incapacidade dos políticos da Primeira República.

O sacrifício foi tremendo mas valeu a pena.

A Venezuela fará o mesmo, se não tiver outra solução, mas são infames, cruéis e desumanas as sanções impostas pelos EUA que os outros países são obrigados a aceitar.

Mas há maneira de evitar o sofrimento e a morte dos Venezuelanos.

A solidariedade Universal ainda não morreu.

Todos os países que aí têm os seus naturais podem enviar alimentos e medicamentos para os proteger.

Oxalá todos compreendam a mensagem.

 

Anterior “Iraque, Líbia e Síria abriram a Europa aos refugiados”

C.S

publicado por regalias às 06:45
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Portugueses no mundo natu...

. CPLP - reunião de pelintr...

. CPLP- Marcelo não deve vo...

. Cuidado, saber, imaginaçã...

. Trump versus Putin a pens...

. Trump faz o seu papel: de...

. Inconsciência e fealdade ...

. Ministro da Saúde e os ba...

. Brasil, caça aos juízes. ...

. Pai da democracia da misé...

.arquivos

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds