Sexta-feira, 25 de Novembro de 2016

Não apaguem a memória, relembrem os 25 das infâmias

Desde o 25 de Abril de 1974, o 25 de Novembro de 1975 e o 25 de Novembro de 2016, os contorcionistas que têm dirigido o país como lhes passou e passa pela cabeça, nesta democracia de enganos em que Portugal tem vivido, desde a primeira data de promessas até hoje em que a Esquerda e a Direita se masturbam com os prazeres da Caixa e o povo continua a andar a toque-de-caixa se quiser comer.

Já ninguém conta os dois milhões pobres a quem o BE, o PC e o PS prometem dar seis euros. A pouca-vergonha não tem limites! 6 Euros?!

Dos primeiros tempos de 25 de Abril de 74 a “25 de Novembro de 75, nos Governos do comunista Vasco Gonçalves houve de tudo a começar pelo esbanjamento da Pesada Herança, do incitamento à desobediência com “é proibido proibir”, a destruição de empresas, a ocupação de casas, o roubo de um milhão e duzentos mil hectares de terras, de boas herdades, como a Torre Bela, Pinheiro, Vale da Rosa, cujo proprietário foi um dos maiores produtores de trigo do País e era o maior empregador da região. A juntar aos desmandos Comunistas e de Cunhal, o de Mário Soares não foi menor ao levar por diante uma descolonização vergonhosa que só prejudicou os descolonizados, tendo morrido milhões de inocentes depois da independência em Angola e Moçambique. Na Guiné foram fuzilados centenas por terem pertencido ao exército colonial.

A loucura que deveria ter terminado com a reposição da Ordem em 25 de Novembro de 1975 com o arrependimento de Cunhal, que Melo Antunes protegeu, impediu que o Partido Comunista fosse ilegalizado. O infame fingiu sossegar, mas continuou a instrumentalizar Organismos de Estado, de maneira a torná-los ingovernáveis, devido a greves, boicotes e manifestações, que o Comité comanda através dos Sindicatos.

Terroristas que formaram as FP-25, entre 1980 e 1987 cometeram 17 assassinatos, 66 atentados à bomba e 99 assaltos a bancos.

A Liberdade e a Democracia prometidas iam de vento-em-popa.

O povo deixou de acreditar nos políticos. Cada um tentou proteger-se segundo os seus meios e viver as dificuldades sem grandes queixas. Os portugueses nunca foram de se lamentar. Quando enchem o saco rebentam e não se importam com as consequências.

O 25 de Novembro em que nos encontramos está a viver três momentos inéditos: primeiro, o Costa destrona um Seguro incapaz de reagir à traição do amigo. Segundo, o Costa perde as eleições e, com um passe de inteligência, transforma a derrota em vitória, deixa o Passos e o Portas de boca aberta. Há um ano que Governa com a indiferença do povo que achou graça ao seu malabarismo. Terceiro, a juntar a estas improbabilidades, Marcelo Rebelo de Sousa venceu as eleições Presidenciais sem gastar dinheiro em propaganda. De carcaça na mão venceu um fortíssimo opositor que tinha com ele três ex-presidentes: Eanes, Soares e Sampaio que ficaram humilhados e de orelha murcha.

Marcelo, que veio da Escola de Oliveira Salazar e de Marcello Caetano, imediatamente esqueceu o agravo. Desde que tomou posse tem apoiado o Primeiro-ministro e tentado unir todos os portugueses, de maneira tão saudável que a grande maioria das pessoas confia na sua inteligência e honestidade.

 

Anterior “25 de Novembro travou o PREC, não travou a miséria”

C.S

publicado por regalias às 06:16
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Portugal, País de marinhe...

. Acredito na inteligência ...

. Todos mandam, ninguém se ...

. “Liga” perde combate na c...

. Em 146 a.C destruíram Car...

. O fim da guerra com estro...

. Estupidez criminosa alime...

. Tanto quis ser pobre, que...

. Português -Russo, 145

. Português -Russo. 144

.arquivos

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub