Segunda-feira, 14 de Junho de 2021

Nascimento, reis e crescimento de Portugal VIII

D João II - 1481-1495, não tem um reinado fácil. Reune de imediato Cortes com as três classes; Nobres, Clero e Povo

Acusa os nobres de estarem contra ele e de se bandearem com Castela. Depois de ter a certeza que o Duque de Bragança, D. Fernando, era o chefe, manda-o prender e degolar, Confisca-lhe todas as terras.

João II também se lamentava sobre o pai, que tinha dado tudo e só lhe tinha deixado os caminhos do  País. Devido às dificuldades ele teve de inventar outros recursos para acorrer às despesas do Governo. Lembrou-se entáo de mandar construir a fortaleza de São Jorge da Mina, perto do Golfo da Guiné, onde é hoje o Gana.

Depois de concluída a obra e levada a cabo a sua ideia, nunca mais se lamentou.

Mas o clima de intrigas e de suspeição continuou. Os nobres não tinham aprendido a lição.

Em 1482 envia Diogo Cão para continuar a exploração do litoral Africano até ao limite de África e verificar a junção do Atlântico e do Indico sempre com o pensamento de chegar à Índia por mar.

Mas os nobres continuam a não se dar por vencidos nem usam de grandes cautelas. O rei é avisado por um dos conspiradores que o querem matar e este garante-lhe que é o próprio cunhado, o Duque de Viseu que planeia o assassinato. D João convoca-o para Setúbal e manda-o apunhalar. De entre os conspiradores estava o Bispo de Évora D Garcia de Meneses que morre envenenado na prisão. Os que podem fogem, mas não tiram da cabeça a ideia de vingança.

Apesar de todos os problemas, D João II está obcecado com o mar e com as riquezas que ele esconde.

Cria a Junta dos Astrónomos para ter a certeza do que estava a fazer, Ele quer atingir por mar o Oriente e descobrir o lendário Império do Prestes João. Envia por terra Pêro da Covilhã e por mar Bartolomeu Dias que já tinha estudado o Cabo da Boa Esperança (Chamado Cabo das Tormentas por ninguém o conseguir ultrapassar). D João acaba com os medos e prepara-se para a grande viagem. Mas tudo está contra o rei. O único filho, casado com Isabel, filha dos reis Católicos, com o intuito de unir os reinos morre num acidente junto à ribeira de Santarém.

O Homem fica em pedaços, mas acima de todas as contrariedades e desgostos está Portugal e o povo. Ele vai continuar a querer contornar a África e chegar à Índia.

Cristóvão Colombo, que casara com a filha de Bartolomeu Perestrelo, primeiro Donatário da Ilha de Porto Santo e que aprendera tudo quanto sabia das artes do mar com os marinheiros portugueses, alem de ter trabalhado na construção do forte de São Jorge da Mina, Cristóvão Colombo oferece os serviços ao rei e apresenta-lhe o plano da Viagem para a Índia. Chamado  Abraão Zacuto, um dos peritos da Junta dos Astrónomos, examina o documento e vê que está errado. Então D.João II convence o navegador a ir falar com os reis Católicos que, ao fim de muito tempo aceitam e lhe entregam os navios pedidos. Cristóvão Colombo chega à América convencido que tinha chegado à parte Ocidental da Índia.

É a partir daqui que a 7 de Junho de 1494 o mundo fica dividido em dois Hemisférios pelo célebre Tratado de Tordesilhas entre Portugal e Castela. D. João II, com a morte do filho, não via interesse na ligação dos reinos.

Manda substituir as caravelas por Naus e prepara a expedição para a Índia.

Mas a inveja e o ódio dos seus pares é muito e usam todos os métodos para atingir os seus objetivos. D. João II é envenenado em Alvor. Sucede-lhe o cunhado, D Manuel, irmão da mulher.

Esta, também amargurada, contínua a obra de amor a que se tinha dedicado: à construção das misericórdias para a proteção dos mais desvalidos, à construção do hospital das Caldas da Rainha, do convento da Anunciada e da Madre de Deus.

A rainha e o rei foram dois seres excecionais, que a vida não deixou ser felizes.

Coloque a máscara. Mais forte que a vida só a vontade do ser Humano.

 

Anterior “Nascimento, reis e crescimento de Portugal VII”

C.S

publicado por regalias às 08:06
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à`procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procuea de autor,...

. Livro à procuea de autor,...

.arquivos

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub