Domingo, 25 de Dezembro de 2016

O futuro de Portugal está nas mãos dos jovens

Interessados pelas novas tecnologias, o chamado TIC, Tecnologia de Informação e Comunicação, veio fazer aquilo que a Monarquia, a Primeira República, o Estado Novo e esta Terceira República não tinham conseguido, fixar os alunos na Escola.

Os portugueses têm uma faceta interessante: gostam das dificuldades. São tremendamente intuitivos. As dificuldades agarram-nos, obcecam-nos. Gostam dos desafios.

O sucesso do Computador Magalhães nas Escolas foi um fracasso.

Como se explica esta contradição? Pela resposta dada pelos jovens e pela incapacidade da Escola dar sequência à ansiedade das crianças.

Os professores não estavam capacitados para ensinar o que desconheciam.

Os portugueses, lançam-se no desconhecido, sabendo que ali está progresso, conhecimento e futuro. Mas desvalorizam as regras.

As regras são fundamentais porque o mundo está ligado em rede. É o mundo Global com imensos segredos escondidos.

A Internet em Portugal é ainda uma criança; os primeiros passos, mais equilibrados, andam por 1994. Entra no grande público por volta do ano 2000 e, em 2008, nas escolas com o Magalhães.

Também nos séculos XIV, XV e XVI mergulhámos mar dentro em cascas de noz sem a preocupação ou o medo do mar imenso.

A intuição dizia-nos que para além do nosso mar havia outro mar de gente. Fomos ao seu encontro. Descobrimos três quartos do mundo desconhecido.

Os portugueses são por natureza aventureiros e vencedores quando um D. Henrique, um Marquês de Pombal ou um Salazar apontam caminhos.

É para fazer e vencer? Vamos a isso.

Julgo que depois destes 42 anos de fiasco governativo, os jovens compreenderam que têm de se fazer à vida.

Conheço gente que foi incentivada a sair deste Portugal morno, de blablá desesperante e que na Alemanha, na Inglaterra, nos Estados Unidos, para citar só alguns dos lugares, onde deslumbram com as suas descobertas no campo das Novas Tecnologias, aí estão instalados.

O Futuro de Portugal já não pára. Eles brincam com os vídeos familiares e chegam ao infinito.

https://youtu.be/BWMvGCE0Rng

A NASA, Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, que desenvolve tecnologias e programas de exploração espacial, utiliza jovens portugueses que, desde há alguns anos, trabalham para as atividades mais complicados e aliciantes que existem neste planeta.

 

Anterior “Greves miseráveis mantêm o país na miséria”

C.S

publicado por regalias às 06:45
link | comentar | favorito
1 comentário:
De pvnam a 25 de Dezembro de 2016 às 08:47
O futuro dos nativos europeus - que se interessam pela sobrevivência da sua identidade - é, antes que seja tarde demais, A MOBILIZAÇÃO PARA O SEPARATISMO.
.
Mas atenção:
- é preciso ter cuidado com as marionetas ao serviço da alta finança (capital global) infiltradas em PNR's e afins: elas sabem que são múltiplas as Identidades Autóctones (no continente europeu e etc) em risco de sobrevivência... todavia elas insistem em manifestações isoladas... PROCURANDO BLOQUEAR O NECESSÁRIO ACTIVISMO GLOBAL para enfrentar a ameaça global: a alta finança (capital global).
.
Nota: A alta finança (capital global) está apostada em dividir/dissolver as Nações... terraplanar as Identidades... para assim melhor estabelecerem a Nova Ordem Mundial: uma nova ordem a seguir ao caos – uma ordem mercenária (um Neofeudalismo).
.
.
A alta finança (capital global), as marionetas ao seu serviço, e certos globalization-lovers que andam por aí... NÃO SUPORTAM a existência de povos que procuram sobreviver pacatamente e que procuram prosperar ao seu ritmo.
.
.
.
Todos diferentes, todos iguais... isto é: todas as Identidades Autóctones devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta (nota: inclusive as de pouco rendimento demográfico... inclusive as economicamente pouco rentáveis).
Os 'globalization-lovers', UE-lovers e afins... que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa.
Pelo legítimo Direito à Sobrevivência das Identidades Autóctones:
---» http://separatismo--50--50.blogspot.com/
.
É NECESSÁRIO UM ACTIVISMO GLOBAL: leia-se, as múltiplas Identidades Autóctones (no continente europeu e não só) em risco de sobrevivência... devem contactar entre si... e devem manifestarem-se a nível global.
O primeiro passo será/é ir divulgando a ideia de SEPARATISMO-50 nos países aonde a população nativa está sendo submergida pelo crescimento demográfico imparável dos não-nativos naturalizados.



Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Cursos Universitários Onl...

. Seguros contra as pandemi...

. Alguns médicos e outros e...

. Portugal continua de luto...

. Dois milhões vivem com me...

. Com a morte na alma. O Pa...

. Todos tão bons e Portugal...

. Os países e as migrações....

. Homem novo e raça de Com...

. O ser humano está a regre...

.arquivos

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub