Sexta-feira, 24 de Abril de 2015

O masoquismo português só é comparável ao dos burros

Sofrer e aguentar até ao limite é a sina dos asnos.

Pontapeados, enxovalhados, insultados, os portugueses ficam indiferentes. Não estão para se chatear. Só quando a trampa lhes chega ao nariz são capazes das piores barbaridades.

Os contentes do 25 de Abril, os acaçapados na Antena 1 e noutros lugarejos semelhantes aproveitam a bondade dos chefes que não estão para se incomodar e debitam e escrevem o que os semianalfabetos consultores de comunicação lhes dizem para elogiar o 25 de Abril, o maior falhanço do sistema democrático depois da experiência realizada na Primeira República.

Mas os portugueses continuam a aguentar os animais falantes e escreventes sem se preocuparem com as consequências. Há de ser o que Deus quiser, dizem os crentes molengões. Os outros pensam: quando passarem das marcas verão o que lhes acontece.

E de trambolhão em trambolhão já passaram 41anos de regalias dos políticos e de boa vida dos militares, há pouco recompensados, por todos os erros cometidos, com a reforma aos sessenta anos e os vencimentos por inteiro como se estivessem no ativo quando não há dinheiro para aumentar o ordenado mínimo.

A ideia que me venderam, foi que lhes outorgaram estas benesses porque vão ser vendidos aos Índios americanos e que o John Kerry, aquele rapaz com cara de inteligente, género de caixeiro-viajante americano que compra, vende e ocupa os países dos outros sempre que o Pentágono tem material militar antiquado e precisa de despachar, manda o Kerry que, desta vez se encontrou com o Rui Machete, especialista seguríssimo e competente que imediatamente lhe arranjou 30 valentes que vão tentar não deixar o coiro no Iraque, o que não vai ser nada fácil. A partir desta experiência, os heróis vão dar o litro e possivelmente a alma ao criador, por isso esta generosidade dos sessenta e do salário por inteiro que só por muita sorte acabarão por receber.

As festas e os jantares a celebrar o enterro de Portugal pindérico, miserável e despovoado vão continuar até ao dia do passamento e encaixe em Espanha para que o puzzle se complete logo que Madrid tenha vaga e convença a Catalunha e as outras nações ibéricas de que deixa de haver reclamações. No bolo as partes são todas iguais.

Enquanto a trama se urde o povo continua a dar vivas à Catrina até rebentar de fome e voltar à piolheira dos anos vinte do século passado.

C.S

publicado por regalias às 05:55
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds