Sexta-feira, 31 de Julho de 2020

O medo e o prazer de aprender

Saber o porquê de termos vindo ao mundo, conhecer esse mundo e tudo o que ele contém é a aspiração de milhões de pessoas e dos portugueses, em particular.

Por que digo, dos portugueses em particular?

Se não fosse assim, não teriam sido os primeiros a esquadrinhar o mar, para ter a certeza do que haveria muito mais para lá da linha do horizonte.

O conhecimento é a grande fonte da vida. Quanto mais aprendemos, mais queremos aprender. Somos insaciáveis devoradores da Natureza. Natureza, mundo físico e natureza, a maneira de ser de cada um.

O ser humano distingue-se dos outros animais, principalmente por esta característica que o mantém até ao fim da vida agarrado ao querer saber.

As vidas longas, sem o terrível Alzheimer, que desorienta as pessoas, pode ser evitado se o interesse pelo que acontece de mais agradável na vida, seja sempre superior às notícias mórbidas, ao medo, e ao esquecimento que deve ser combatido por um pequeno esforço de memória e recordar por exemplo onde colocou as chaves de casa, o que ia fazer à cozinha etc.

Ria-se do esquecimento. Brinque consigo. Não deixe que o Alzheimer tome conta de si. Force um pouco e verá que os neurónios reagem.

Um trabalho que a entretenha e não a canse demasiado é o fundamental.

A história de Portugal é um bom passatempo, para quem não encontra outro. Não diga, mas eu esqueço-me de tudo quanto leio. Algumas pessoas pensam isso. Mas não é verdade. É a tensão, e pensar que esquece.

O último aluno que ajudei nos estudos através do SKYPE, dizia-me sempre, quando começámos as lições, que não tinha memória. Como alguns livros meus estão abertos na Internet, perguntei-lhe se gostava de ler. “Nem por isso, mas vou experimentar”. Um dos livros “Poemas e canções de amor para ti” entusiasmou o rapaz, e perguntou-me se podia enviar um poema daqueles a uma amiga. Disse que sim. Sugeri-lhe para passar os olhos pela história de Portugal.

Indo aos finalmente: durante os quatro anos que lhe orientei os estudos, no Politécnico de Portalegre, sempre que me dizia “esqueço-me desta disciplina ou daquela”. No dia seguinte, como por acaso, fazia-lhe perguntas sobre história. Nunca falhava as respostas. Eu dizia-lhe: não tens memória, leste o livro uma vez e não te esqueces de datas, acontecimentos, Reis e Presidentes da República. Trata de reveres a matéria das disciplinas. Hoje está Licenciado em Serviço Social

É o medo, a coscuvilhice pateta que fala de mortes, bruxas, bruxos e assuntos similares que ataca as pessoas e as debilita.

Leia, cozinhe, limpe a casa, viva a alegria da vida.

Acredite em si. Sinta prazer naquilo que faz.

 

Anterior “Corromper a juventude através da libertinagem”

C.S

publicado por regalias às 05:26
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Afaste doenças e medos co...

. O aproveitamento dos velh...

. O plástico, as regras e o...

. Diminuir armas, acabar co...

. Inveja derrota Jesus na G...

. O estudo é o melhor reméd...

. Os antidepressivos da Ant...

. O despertar das mulheres

. Escola, alegria, greves, ...

. A imaginação e o Corona

.arquivos

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds