Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2019

Os supermercados ensinam a organizar, limpar, pensar

A evolução tem um preço. A Natureza recebe de todos, os benefícios que concede ao ser humano ao proporcionar-lhe o ar, a água e os alimentos.

Com a chegada dos supermercados a Portugal aconteceu quase o mesmo. Desde início todos verificaram o ar limpo dos grandes espaços e a proibição de fumar dentro dos mesmos, quando ainda nas pequenas lojas e cafés se respirava o fumo dos clientes menos atentos ao bem-estar das outras pessoas.

As grandes superficies são assim uma espécie de escolas de muito bom comportamento. Naturalmente, pagam-se. Oferecem preços convidativos e atrativos aos clientes atentos. Àqueles para quem o dinheiro não conta e o podem esbanjar, sem olhar a gastos, compram sem preocupações. Os distraídos e a quem o dinheiro não abunda têm de aprender a olhar e comparar preços e qualidade, que muitas vezes é a mesma com outra roupagem e quase sempre com a sigla do empório. É normal, recebe menos, mas faz propaganda à casa.

Onde quero chegar?

“Viver não custa, é preciso saber”

Os supermercados são assim uma fonte de saber. Ensinam a não entrar na loja, sem limpar os sapatos para travar o instinto  apressado, respirar o ar lavado do lugar e fazer as compras pausadamente para não se queixar de enganos. Os preços estão visíveis, mas atenção, é bom verificar. Às vezes há produtos semelhantes, perto uns dos outros e que o cliente deve observar com cuidado. Os preços podem ser bastante diferentes embora com roupagem semelhante. A maneira mais fácil de os destrinçar é verificar o código de barras. Os últimos três números são suficientes para saber qual é o mais caro e o mais barato.

Eu testei a “escola” depois de uma vizinha se ter queixado dos enganos. Sempre que me via tinha de puxar a conversa para este lado. Em tempo de descanso fui a compras. Resolvi verificar o que sucedia e cheguei à conclusão que os supermercados utilizam uma técnica de vendas que obriga os clientes a aprender a viver. Eles ensinam e pagam-se.

Todo o trabalho tem um preço. É assim que o mundo avança e progride.

Tem de abrir a pestana se quiser poupar.

 

Anterior “Coletes amarelos. Coletes de aperto ao laxismo político.

C.S

publicado por regalias às 04:41
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


26
27
28
29

30


.posts recentes

. Ciganos são os únicos ser...

. As imoderadas exigências ...

. A saúde mental dos portug...

. Greve teatral no país das...

. É possível refazer a vida...

. Portugal adoeceu em 1974 ...

. Mais uma vez os EUA a cam...

. Liberdade para sacrificar...

. Escreva um livro para a p...

. Português, Inglês e Infor...

.arquivos

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds