Sábado, 19 de Novembro de 2022

Polícias, jornalistas e políticos, todos falam

Eu, de dedo em riste, apontado ao Cunhal, comparava-o a Al Capone, o maior bandido americano.

Outra vez, cansado de ouvir o Deputado Aires Rodrigues, gastar o dinheiro do povo, por falar imenso tempo sem dizer algo de importante, chamei-lhe a carraça do povo.

O saudoso Presidente da Assembleia da República Teófilo Carvalho dos Santos, pediu-me para retirar a palavra. Respondi-lhe que não retirava. O povo era o prejudicado. Contrapôs que ou eu retirava a palavra ou tinha de fechar a Assembleia. Agravei a situação dizendo-lhe que aquela Assembleia da República não servia para nada; o único prejudicado era o povo português. Ele fechou.

Todos somos racistas de brancos, pretos, de todas as etnias e credos. Querer culpar as Forças de Segurança por conversas entre pares é incomparavelmente menos grave do que dar armas para matar, e milhões em dinheiro, quando um polícia é morto à pancada e a mulher é indemnizada com umas centenas de euros, enquanto que outros recebem dezenas de milhares por se recusarem a cumprir as leis.

O “Chega”, se dissesse um terço do que eu disse seria obrigado a joelhar-se para não sair do Parlamento. Eu saí porque quis. Disse isso no livro “Portugal um País ingovernável” e mencionei quem me convidou a ficar.

O País vive em diarreia emocional. Atacam-se as Forças de Segurança para se esconder aquilo que não interessa dizer.

É um país de Virgens.

Cristo, há mais de dois mil anos, pôs o dedo na verdade “Quem nunca tenha cometido uma falta que atire a primeira pedra.”

Jornalistas, Políticos, Ciganos, pretos e brancos, saíram todos das mesmas fornalhas, só temos que acertar a linguagem.

Fui o primeiro a defender a Criança Cigana na Assembleia da República. Só o PC não aplaudiu. Somos todos iguais, com educações diferentes.

Quando a Democracia seguir a escola da verdade, do amor e da igualdade. estes casos desaparecem automaticamente.

Os Polícias terão alguns que os acusarão, mas haverá muitos outros que estão dispostos a defendê-los.

 

Coloque a máscara. As virgens é que precisam de ser desmascaradas para o País não continuar a gritar pelo pai perdido e tão honesto e simples que o povo cada vez mais o lembra e admira.

Anterior “Português - Russo, 126”

C.S

publicado por regalias às 08:04
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Portugal, País de marinhe...

. Acredito na inteligência ...

. Todos mandam, ninguém se ...

. “Liga” perde combate na c...

. Em 146 a.C destruíram Car...

. O fim da guerra com estro...

. Estupidez criminosa alime...

. Tanto quis ser pobre, que...

. Português -Russo, 145

. Português -Russo. 144

.arquivos

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub