Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016

Ponte sobre o Tejo ou ponte roubada em 25 de Abril

Como muitos portugueses tenho a minha dose de superstições.

Depois destes devastadores e loucos fogos que levam ao rubro ideias e poderes mágicos, ouvi variadíssimas vezes que a culpa de toda a libertinagem causada pelo 25 de Abril foi agravada, desde o início, pelo roubo da Ponte Salazar, que os bastardos, com grande desfaçatez, alcunharam de ponte 25 de Abril.

É sabido, por vários escritos da época, que Oliveira Salazar sempre se opôs à ideia. A Ponte deveria chamar-se Ponte sobre o Tejo.

Lembro-me que o Jornal de Comércio num livro de 1972 ou 73, com o título “Temas do Portugal de Hoje”, foi esse o nome que lhe atribuiu e que não melindrava quem quer que fosse. A Salazar, muito menos, que tinha falecido em 1970 e ele próprio concordava.

Mas os lambe-botas são teimosos e apesar de já uma vez terem arrostado com o desagrado do Chefe ao oferecerem-lhe um Mercedes Benz 770 Grosser, que só utilizou uma única vez, e em caso de emergência; o carro está, como saiu da fábrica, no Museu do Caramulo e será talvez o mais caro do mundo e cobiçado por colecionadores que pagariam fortunas, se um dia for posto à venda.

O Marquês de Pombal, Fontes Pereira de Melo e Oliveira Salazar deram a Portugal a inteligência que a impetuosidade, a vontade e a força de braços tinham conquistado desde o início da nacionalidade.

Salazar, ao contrário do que muitos lorpas e ignorantes apregoaram a mando do asqueroso traidor à Pátria, Cunhal, nunca foi contra o Comunismo da União Soviética, mostrou-o ao não assinar o Pacto Anti-Komintern contra a opinião dos seus colegas Europeus e também quando aprovou os Planos de Fomento, semelhantes aos da URSS.

Salazar estava sim contra a ignorância e a estupidez dos Comunistas portugueses quando atacavam o seu próprio País para servir uma Internacional metamorfoseada segundo os desejos do facínora Cunhal ao esconder a Ditadura Soviética, os crimes praticados na Hungria e Checoslováquia, a incentivação das greves em Portugal, quando eram proibidas na URSS, o país das amplas liberdades e das mentiras de Cunhal.

A ignorância é muito atrevida, e a estupidez a grande causa do sofrimento dos povos.

 

Anterior “Cantores castrados são fogo de rabadilha”

C.S

publicado por regalias às 06:59
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds