Sábado, 30 de Maio de 2015

Portugal é um país rico de gente importante e vadia

Se não visse não acreditava. Importamos alhos da China, laranjas da Argentina, batatas de França.

Os nossos solos estão de pousio há dezenas de anos.

O português foge do trabalho como o Diabo da cruz.

Se Portugal não fosse tão rico em receber empréstimos isto não acontecia.

Mas quê, há sempre uns saloios na Europa, uns brutinhos que trabalham que se fartam para enterrar dinheiro num país falido e de vadios.

Portugal candidata-se ao Guiness da estupidez e quem empresta sem garantias de receber candidata-se a burro de carga.

Somos ricos de manha e continuamos a importar o que não produzimos.

Com tantos desempregados e milhares de hectares de bons terrenos de pernas para o ar à espera de quem os fecunde só vai buscar dinheiro e produtos ao estrangeiro quem é muito rico e muito sem vergonha.

Salazar recebeu Portugal com dezenas de milhares de pobres. O país sem estradas, hospitais e o mar sem barcos.

Devido ao trabalho, ao exemplo e à honradez dos seus ministros, em poucos anos tudo se transformou e seria bem mais rápido se não tivesse de ajudar a Espanha, cuja guerra civil entre 1936-1939 a deixou na mais execrável das misérias. E entre 1939 e 1945, Portugal acolheu milhares de refugiados da II Guerra Mundial, com maior destaque para dezenas de milhares de judeus, que nem um simples obrigado disseram a Salazar.

Salazar, quando consegue comprar o navio Gonçalo Velho, tem este desabafo:

“Este pequeno barco entra nas águas portuguesas pago, antecipadamente pago, integralmente pago, com dinheiro todo de portugueses…Para que pudessem sulcar os mares os navios portugueses, foi preciso que a charrua sulcasse mais extensamente, e melhor, a terra da Pátria, poupando à Nação largas somas do seu ouro.”

Salazar era Homem. Estes que têm governado Portugal desde o 25 de Abril são pigmeus. Começaram por roubar a Ponte Salazar, a que mudaram o nome. Seguiu-se o roubo de propriedades cultivadas, com gado e milhares de toneladas de cortiça para vender ao desbarato.

Os governos tornaram-se os maiores instigadores da preguiça, do luxo e da pepineira. São uns tristes.

Quando comunistas e socialistas falam em falta de supervisão, de prémios políticos e de culpas, esta corja de aldrabões que têm a maioria das culpas no cartório deviam mudar de rumo e juntos com os videirinhos que estão no poder, começar, finalmente, a governar Portugal.

C.S

publicado por regalias às 05:12
link do post | comentar | favorito (1)

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds