Quarta-feira, 7 de Novembro de 2018

Portugal, país do poucochinho, e de Marcelo

Marcelo se conseguir chegar ao fim do mandato sem mácula, bondoso, descontraído, de pão na mão e inteligência brilhante ficará na História como um Presidente invulgar e exemplo em qualquer parte do mundo.

As Esquerdas e as Direitas têm em Marcelo um Presidente equidistante. Quando o querem empurrar mais para um lado, coloca a agulha no lugar.

Este país de poucochinhos, de Costas e Silvanos, de pequenos e de grandes corruptos, de especialistas em roubo de armas desde o incrível 25 de Abril de grandes confusões e de ladrões a coberto do PC, tentam meter o Presidente no imbróglio para o abafar. Ele não deixa.

O Marcelo, não é Marcelo, é Presidente de Portugal. Esconder, esquecer os ladrões de armas seria o fim da linha, o desaparecimento do País com as fronteiras mais antigas da Europa.

Marcelo não é de Direita nem de Esquerda é o Presidente de todos os portugueses. Ele representa o pão e a salvação.

Quando apadrinha o Costa fá-lo porque acredita ser possível salvar Portugal com um golpe de asa inesperado.

Costa é inteligente. Marcelo só lhe pede que governe conscientemente e, com Centeno, tire Portugal do fosso onde a Esquerda o meteu.

Se Costa conseguir o impossível, o PC e o BE não lhe conseguirão tirar a maioria absoluta. Rui Rio também não ficará incomodado. Aquilo que ele pretende é que Portugal ganhe equilíbrio. Depois sim, cada um deve apresentar armas.

Assunção Cristas faz o seu caminho. Espera que Marcelo cumpra dois mandatos.

Portugal tem necessidade de uma mulher no mais alto cargo da Nação.

Vejo-a na mudança do ciclo. É inteligente, decidida, simpática.

Os portugueses privilegiam o ar sadio e desempoeirado dos Presidentes.

O poucochinho do Silvano é maior do que o dos maiores corruptos que, juntamente com os grevistas e os ladrões de armas militares se pavoneiam pelas ruas de Lisboa.

E é maior porque todos querem, menos o Presidente, tapar os buracos com a peneira.

Silvano serve para distrair o pagode e fazer esquecer os sucessivos roubos nos paióis militares desde o 25 de Abril de 1974.

Marcelo disse basta. O povo dá-lhe toda a razão.

 

Anterior “Grevistas criminosos insistem em matar Portugal”

C.S

publicado por regalias às 05:47
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Portugueses no Mundo, ama...

. Dois milhões e seiscentos...

. Portugal, país de atrasad...

. LGBT nas escolas e prosti...

. Lésbicas e lésbicos têm d...

. Sociais-fascistas do BE e...

. Exércitos perdidos no tem...

. Auditem-se Forças Armadas...

. Maldade é própria dos fru...

. Portugal, país do poucoch...

.arquivos

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds