Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019

Portugal, políticos, politicões e politicães

Depois do nó-cego que António Costa deu a Passos Coelho, o PSD desnorteou.

Se o PPD foi sempre um saco de gatos assanhados e emproados, que nem Sá Carneiro conseguiu segurar, o Passos, mesmo tendo ensaiado uns passos de bravata falhada, optou por bater em retirada e deixar a feira entregue a si própria.

O resultado foi um novo desastre, a que, o consciente político, Rui Rio, homem resoluto quis pôr cobro candidatando-se à Presidência do Partido.

Mas os politicões imediatamente lhe moveram uma guerra surda e inconcebível em pessoas que estão numa Assembleia da República para servir o País e não para alimentar guerras de campanário.

Depois de várias escaramuças os lugares foram mudando.

Um deles guardou-se para o fim, e desse modo dar batalha ao Líder, que o deixou a falar ao vento.

Mas o PSD estava minado e as eleições Legislativas com ele. Cada um dos peneireiros disse o pior do próprio Partido. Muitos eleitores, de tanto ouvirem foram-se aproximando do Partido que lhes está mais próximo em ideias sociais; o resultado foi aquele que já todos esperavam: a transferência de votos do PSD para o PS.

Depois da hecatombe, que não é nada de extraordinária, os politicães, como diz um amigo meu ao referir-se à maneira como Portugal tem sido dirigido desde o 25 de Abril por deficiência de Deputados, incapazes e folcloristas, com raras exceções, que fazem de São Bento trampolim para outros voos sem nunca se preocuparem com Portugal e com os portugueses. O país vive na incerteza.

Eles aprovam tudo o que qualquer ignorante debite em frente de um canal televisivo ou na rádio. A Demagogia é mais forte que a Democracia.

Dos cinco primeiros Partidos que saíram destas Legislativas nunca votei em dois: no PPD-PSD e no Bloco. Cheguei mesmo a votar PCP para o forçar a ir para o Governo e assim o povo saber o que é a Democracia da Ditadura do Proletariado; por esse motivo o que me leva a perder tempo com o PSD é porque aquilo que me interessa acima de tudo, o que preocupa o ser humano amante do seu País: é Portugal.

Para defender Portugal sou capaz de fazer e dizer tudo.

Como eu existem milhares de portugueses.

Acho que Rui Rio é um Homem honesto e inteligente. António Costa sabe isso. Não o teme na oposição, porque tem a certeza que Rui Rio estará sempre contra tudo o que for em prejuízo de Portugal e que apoiará sempre o que for a benefício.

Nas próximas eleições logo se verá quem o povo escolhe. O povo já abriu os olhos. Está atento aos acontecimentos.

 

Anterior “Portugal nas mãos de Costa, Marcelo e Centeno”

C.S

publicado por regalias às 17:38
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Fascismo sem fascistas e ...

. Cunhal teve ideias premon...

. António Ferro, como era d...

. Deputados palhaços ou Dep...

. Quanto tens, quanto vales

. Incompetência ou falta de...

. Isto não é um mundo de ge...

. Esplendor de Portugal atr...

. Catalunha é mais poderosa...

. No País dos loucos salvem...

.arquivos

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds