Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2021

PREC cresce depois da renúncia do General Spínola

Spínola, que depois da publicação do livro “Portugal e o futuro” tinha imaginado que tudo seria fácil, verificou, logo em Maio de 1974, que os Comunistas, após a chegada de Cunhal principiaram a desestabilização do País, com greves em cadeia; acabavam uma, começavam outra em solidariedade, com quem estivesse descontente; no parque industrial e no comércio. Começa também o roubo de casas, que aparentemente estavam desocupadas. No Bairro da Boa Vista, em Chelas, tomaram de assalto 23 Blocos de habitações.

Spínola verificava que ninguém lhe obedecia. Diziam-lhe que sim, mas não atuavam. As forças policiais eram vexadas sempre. Ninguém as respeitava.

A 8 de Julho é criado o todo poderoso Comando Operacional do Continente (COPCON) e entregue ao volúvel Otelo Saraiva de Carvalho.

A 9 de Julho demite-se o Primeiro Ministro Palma Carlos. Spínola por incapacidade, fica nas mãos dos Comunistas, que fazem dele gato-sapato, ao escolher para Primeiro-Ministro aquele que desde sempre prestara homenagens a Salazar e a Marcello Caetano e rapidamente se transformou em Comunista.

A jornalista italiana Oriana Fallaci não poupa nem jornalistas, nem políticos, nem militares, ao denunciar a pouca vergonha destas classes ao dizer que atuaram no Regime de Salazar e Caetano, como naquele momento atuavam com o poder representado por Vasco Gonçalves e Álvaro Cunhal.

A 17 de Outubro, o Secretário de Estado da Orientação Pedagógica, Rui Grácio, ordena que sejam destruídos, pelo fogo, quase todos os livros que estavam nas bibliotecas das escolas e eram um apoio essencial para a compreensão da vida e dos trabalhos, tanto agrícolas como industriais e desportivos em todo o País. O sujeito aplicou o mesmo sistema que a criminosa Inquisição.

O Grácio não queria que os alunos fossem ensinados a pensar e a saber utilizar os livros.

O País só não desapareceu porque tinha quase 900 anos de existência.

O Governo quer impor-se. O Movimento das Forças Armadas (MFA), essas cabeças brilhantes, de gente pouco culta, como Otelo confessou, o MFA não deixou.

A 26 de Setembro, um festival hípico e uma tourada são aproveitados por Spínola para readquirir os seus poderes. Os subordinados de ontem, os do MFA, proíbem a manifestação e os sociais-fascistas do PCP organizam barricadas para não deixar passar quem desejasse apoiar Spínola e a sua “Maioria Silenciosa”.

Otelo assina 500 mandatos de captura em branco e imediatamente é preso o General Kaúlza de Arriaga, mais 82 pessoas, até ficar esgotada a papelada.

Professores Universitários e Empresários juntaram-se nas prisões, muitos outros fugiram rumo a Espanha e dali partiram para o Brasil.

O Presidente da República demite-se e o MFA nomeia Presidente da República o General Gomes da Costa. Homem mais ponderado, menos arrogante, que tenta jogar com todas as forças- Era conhecido pelo “Rolha”, porque sabia boiar sobre as situações, até acertar naquela que pensava a melhor. Era bastante inteligente.

Em despacho de Victor Alves é criado o Conselho de Informação, ou seja a Censura musculada para acabar com as críticas aos militares.

A 14 de Janeiro de 1975 são nacionalizados Bancos e Companhias de Seguros como exigia o PCP. E o PCP e a Intersindical organizam imediatamente uma grande manifestação a favor da Unicidade Sindical. O Governo aprova.

A 22 o Congresso do CDS no Porto é cercado por Comunistas e outros vadios. Só a muito custo, os congressistas, de lá saíram vivos.

A 22 de Fevereiro dá-se o início das ocupações das melhores terras do Alentejo e do Ribatejo. Um milhão e duzentos mil hectares, daquelas que tinham bastante gado, alfaias agrícolas e muita cortiça. Passado poucos anos, aquilo que foi considerada a Reforma Agrária, tinha sido espoliado e devastado.

No Governo dominavam os comunistas com Vasco Gonçalves Primeiro-Ministro, nos II, III, IV e V Governos a dizer umas tontarias que não incendiaram mais o País porque não havia medo. O povo atento, responderia a qualquer golpe tal como aconteceu, não sem antes, os Comunistas e muitos outros ignorantes terem estrebuchado depois do sexto Governo do Almirante Pinheiro de Azevedo  ter mandado os Comunistas e apoiantes à bardamerda.

Coloque a máscara. Evite a família Covid e o o frio no rosto. Saiba aproveitar o bom do que é mau. Nunca se lamente. Enfrente os desafios com inteligência, caso contrário, os Covid não perdoam.

 

Anterior “Como evoluiu a pandemia revolucionária, 1974-1975”  

C.S

publicado por regalias às 11:15
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Os mais vulneráveis não e...

. Recuperar o tempo perdido...

. O vírus e os os micróbios...

. Antes de se deitar dê uma...

. Um país inteiro envergonh...

. Vivemos num mundo de palh...

. A 9 de Abril de 1918 morr...

. Anarquia ou Democracia fo...

. Oiça o Portugalex e deixe...

. Cangalheiros continuam a ...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub