Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Os broncos comunistas e as piranhas capitalistas

O povo tem sofrido tratos de polé (instrumento de suplício) desde que a cambada comunista, encabeçada por Cunhal, a primeira coisa que fez foi arregimentar militares de baixa patente e inconsequentes da média que hoje estão às centenas nas altas graduações e altamente reformados. Locutores, cantores, jornalistas, muitos dos quais ainda hoje estão ao serviço, e outros artistas sem escrúpulos para difundir e confundir o povo de maneira que pudesse ser manipulado como a besta entendesse.

Junto com esta trupe lorpa e abrutalhada vieram os socialistas mais amaneirados e exibindo sempre o brasão de exilado político. A maneira mais fácil de ludibriar os ingénuos.

Se eles tivessem lido “Os Possessos” de Dostoiewsky, logo no I capítulo encontravam uma das personagens, Stépan (nós temos o equivalente Soares) que aquilo de que mais se ufanava era de ter sido exilado e perseguido político. Dostoiewsky desmonta o ridículo homenzinho com a elegância dos escritores russos.

Infelizmente o povo, ontem como hoje, continua a fugir da leitura como o diabo da cruz e depois sofre o que ele nunca pensou.

O odiento Cunhal, por qualquer frustração juvenil, resolveu destruir tudo quanto o Estado Novo tinha feito. Apoiado nos supramencionados calhordas consegue levar o povo a cometer atos que só ao povo seriam prejudiciais. Para alcançar o desiderato faz que seja nomeado Primeiro-ministro do II Governo, o oculto comunista Vasco Gonçalves que acaba por rechear o II, o III, o IV e o V Governos com os comunistas que entendeu e levar o país à beira da Guerra civil. Tendo antes destruído todo o tecido empresarial, nacionalizou as Companhias de Transporte Marítimos, a TAP, a CP, a Siderurgia Nacional, as Sociedades Petrolíferas, a ocupação e posterior destruição de milhares de hectares de terras aráveis, de onde roubaram tudo quanto puderam.

Os trabalhadores que participaram em todos estes atos, embora vejam o erro que cometeram continuam a correr ao assobio da CGTP que manda neles como quem manda em cachorros. Veja-se a quantidade de greves que os do Metropolitano já fizeram neste ano, algumas 13 ou 14 e nos anos anteriores massacraram de igual modo os utentes e a eles próprios até chegarem ao ordenado mínimo em vez de fazerem o seu trabalho e merecerem quanto ganham. Mas não. O zagal assobia e eles aí vão.

Estes broncos bezerros ao contribuírem para o enfraquecimento geral do país dão azo a que os parasitas do mundo, os capitalistas sem escrúpulos, mostrem os dentes como piranhas esfaimadas e aí se preparam eles para esvair a PT e os grupos que ainda restam e comprá-los por tuta e meia para depois de domesticarem os funcionários as venderem com altos lucros.

No meio disto, PS, PC e BE pedem a queda do Governo, que está desejoso de se ir embora. E quem lá metem?

O PS já provocou três bancarrotas e o PC não tem uma cabeça válida e credível para dirigir uma junta de bois, quanto mais um país.

C.S

publicado por regalias às 05:17
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Incompetência ou falta de...

. Isto não é um mundo de ge...

. Esplendor de Portugal atr...

. Catalunha é mais poderosa...

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds