Quinta-feira, 23 de Maio de 2019

Saturei de políticos vendedores de banha de cobra

Cambada de insensatos é o mínimo que posso chamar aos políticos vendedores de banha de cobra que devido ao calor, à estupidez e à ansiedade têm feito desta campanha para as eleições Europeias um vomitório permanente de insultos.

Os animais falantes ainda não compreenderam que, quanto mais se insultam, menos a população progride em educação e trabalho.

Por todo o lado se ouve “estes gajos ainda se matam uns aos outros. Os vinte mil euros que vão receber no Parlamento Europeu deu-lhes volta à cabeça.”

Marcello Caetano, certamente arrependido por ter autorizado a Revolução, o que ele nunca confirmou, escreveu em desespero:

“A maioria não servia para criados de quarto e chegam a Deputados.”

Eu tenho a certeza que não sou fanático, tanto nos assuntos políticos como em quaisquer outros. Dou a razão em quem a tem e assumo a discordância com toda a frontalidade, tal como o demonstrei na Assembleia da República quando votei de maneira diferente dos outros 261 Deputados em 1978/79.

Dito isto, quando afirmo que Portugal entrou no caminho descendente por causa do Partido Comunista dirigido pelo Álvaro Cunhal estou convicto do que afirmo..

Quinze dias depois de o canalha ter chegado da URSS, o país nunca mais teve sossego. Destruiu a Economia, as grandes fábricas desapareceram, os Ministérios e a Comunicação Social ficaram minados, o sossego acabou. A droga entrou sem reservas, a juventude perdeu o rumo e mais nenhum Governo conseguiu endireitar o país porque ele está todo minado com greves e células que inquinam tudo. Até os candidatos e os líderes políticos que deviam manter o aprumo, a educação e a naturalidade para discutirem os assuntos de maneira séria para que o povo não os mande à merda, como se ouve constantemente.

O Rui Rio, que todos achavam um homem sensato, diz tantas baboseiras como o calhambeque do Luís Filipe Meneses. Mal abre a boca ou entra mosca ou sai asneira. Quando não consegue fazer as vontades, chora.

O Rangel não cativa com a linguagem que utiliza. Falta-lhe carisma.

A Catarina é especialista em demagogia. Engana todos os papalvos. As mulheres ignorantes estão com ela. A Cristas não vai melhor. Resolveu alinhar com a banda. Fez mal. Perdeu a sua grande oportunidade.

Pedro Marques foi o que mostrou mais inteligência e sensatez.

Vamos ver o que o povo decide.

 

Anterior “Orgia verbal e corrimento vaginal inundam Portugal”

C.S

publicado por regalias às 06:27
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De pvnam a 24 de Maio de 2019 às 01:21
FN's, VOX's, PNR's ABRAM OS OLHOS: É FÁCIL DEMOLIR OS PARTIDOS DO SISTEMA!
Para isso:
---» Número 1:
- quem deve pagar a ajuda aos mais pobres é a TAXA TOBIM... e não... a degradação das condições de trabalho da mão-de-obra servil.
---» Número 2:
- os «grupos rebeldes» não possuem fábricas de armamento... no entanto, máfias do armamento fornecem-lhes armas... para depois terem acesso a recursos naturais (petróleo, etc) ao desbarato, e para depois deslocarem refugiados para locais aonde existem investimentos interessados em mão-de-obra servil de baixo custo.
Ora em vez de incutirem um sentimento de culpa nos países que se recusam a dar cobertura às negociatas da máfia do armamento (nomeadamente, recusam receber refugiados, ou seja, recusam fornecer mão-de-obra a investimentos ávidos de mão-de-obra servil ao desbarato), os partidos do sistema devem, ISSO SIM, é chamar à responsabilidade aqueles países que estão a fornecer armas aos «grupos rebeldes» (ao daesh e a outros), ou seja, os países aonde a máfia do armamento possui as suas fábricas.
.
{nota 1: pululam por aí muitos investidores da mesma laia dos construtores de caravelas: reclamam que os seus investimentos precisam de muita mão-de-obra servil para poderem ser rentabilizados}
{nota 2: ao mesmo tempo que reivindica para si regalias acima da média (trata-se de pessoal que está num patamar acima da mão-de-obra servil), a elite politicamente correcta quer ter ao seu dispor mão-de-obra servil ao desbarato}
.
.
.
Os partidos do sistema pretendem transformar a vida humana num hino à hipocrisia: urge o separatismo (SEPARATISMO-50-50) desse pessoal.
.
.
-» Por um planeta aonde povos autóctones possam viver e prosperar ao seu ritmo;
-» E por uma sociedade que premeie quem se esforce mais (socialismo, não obrigado)... mas que, todavia, no entanto... seja uma sociedade que respeite os Direitos da mão-de-obra servil;
---» Todos Diferentes, Todos Iguais... isto é: todas as Identidades Autóctones devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta --»» INCLUSIVE as de rendimento demográfico mais baixo, INCLUSIVE as economicamente menos rentáveis.
.
.
Nota 1: Os 'globalization-lovers', UE-lovers. smartphone-lovers (i.e., os indiferentes para com as questões políticas), etc, que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa.
-»»» blog http://separatismo--50--50.blogspot.com/.
.
Nota 2: Os Separatistas-50-50 não são fundamentalistas: leia-se, para os separatistas-50-50 devem ser considerados nativos todas as pessoas que valorizam mais a sua condição 'nativo', do que a sua condição 'globalization-lover'.
.
Nota 3: É preciso dizer NÃO à democracia-nazi! Isto é, ou seja, é preciso dizer não àqueles... que pretendem democraticamente determinar o Direito (ou não) à Sobrevivência de outros! [obs: não foi por acaso que a elite politicamente correcta adulterou a lei das naturalizações]
.
Nota 4: Urge dizer à elite deste sistema o mesmo que foi dito aos antigos esclavagistas: a não existência de mão-de-obra servil ao desbarato não vai ser o fim da economia... VÃO CONTINUAR A EXISTIR MUITAS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO (nomeadamente introduzindo mais tecnologia)!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


26
27
28
29

30


.posts recentes

. Ciganos são os únicos ser...

. As imoderadas exigências ...

. A saúde mental dos portug...

. Greve teatral no país das...

. É possível refazer a vida...

. Portugal adoeceu em 1974 ...

. Mais uma vez os EUA a cam...

. Liberdade para sacrificar...

. Escreva um livro para a p...

. Português, Inglês e Infor...

.arquivos

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds