Sábado, 27 de Abril de 2019

Sociais-fascistas-comunistas e a luta de roubos e farelo

A forma como ainda hoje os sociais-fascistas continuam a falar na sua luta que, por tão pequena e rafeirosa, ninguém dava por ela.

Para desmontar as suas facécias basta compulsar jornais e revistas tanto nacionais como estrangeiras e verificar que enquanto viveu Salazar a luta comunista foi zero. Foi farelo.

Os comunistas foram sempre uma minoria insignificante, que era sempre contida logo que havia sinais de algum estrangeiro a contactar indivíduos suspeitos de poderem prejudicar Portugal e os portugueses.

A prevenção foi mais importante que as prisões de vadios que se faziam passar por comunistas para não trabalharem.

E foi tão importante que Portugal tendo saído da Primeira República sem um tostão e com dezenas de milhares de pobres que percorriam o País de lés-a-lés, descalços, rotos e a pedir esmola, foi paulatinamente ganhando forças. Quando Salazar morreu, os cofres estavam cheios, o País tinha os campos lavrados e férteis, o comércio e a indústria eram pujantes.

Os comunistas que insistem em continuar a falar na sua luta, não é da luta entre 1926 e 1968 a que eles se referem.

E entre 1968-1974, com o Democrata Marcello Caetano também pouco ou nada fizeram. Quando atuaram tornaram-se criminosos.

Mas os sociais-fascistas continuam a insistir no fascismo porque lhes disseram que a palavra é tão agressiva que debilita sempre sobre quem é lançada.

Se ao princípio era assim, com o hábito já ninguém liga e o feitiço está a voltar-se contra o feiticeiro. Os comunistas já desde 1927 ou 28 eram chamados de sociais-fascistas pelos outros povos devido à violência e mortes dos próprios Russos, agora é o próprio PC que tem de explicar quando fala do Tarrafal e aí faleceram de morte natural uns quarenta presos, que o PC tinha proibido de sair da prisão e que Edmundo Pedro foi expulso do PCP, precisamente por ter tentado fugir. Só foi apanhado por ter sido denunciado por camaradas. Por estes factos pode ajuizar o que é este PC de luta.

Luta e cobardia, quando Álvaro Cunhal não enfrenta os que se lhe opuseram no 25 de Novembro.

Por tudo isto ou o PCP se dedica a assuntos sérios ou então tenha a coragem de se plasmar na sua totalidade no PS, a menos que queira acabar feio e caquético como as aventesmas que o representaram no 25.

 

Anterior “O melhor do 25 de Abril de 2019 foi o PORTUGALEX”

C.S.

publicado por regalias às 06:12
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

. Diarreia mental de batráq...

. Votação, Câmaras, competê...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds