Quarta-feira, 22 de Junho de 2016

Supercomputador vence superpotências

Enquanto a Natureza não se aborrecer com as idiotices do minúsculo Homo Sapiens, devido aos hediondos desacatos que cometeu e continua a cometer nestas dezenas de milhares de anos, depois de levantar as patas do chão e se tornar no Homo erectus, falador e pensante, o mundo não estoira. Quando se aborrecer: PUM!!

Jens Stoltenberg, Secretário-Geral da NATO veio há dias declarar o Ciberespaço como zona de guerra. O homenzinho referia-se certamente a rebentar com todos os supercomputadores que interferindo com todos os sofisticados aparelhos de destruição: aviões, porta-aviões, submarinos, depósitos nucleares, sejam capazes de anular em poucos minutos toda essa obsoleta parafernália militar que o mundo considerava up-to-date (o último grito), mas que afinal pouco mais é que lixo de pouco valor embora se tenham gastado milhares de triliões de dólares para o produzir.

A China, com toda a sua infinita paciência e apesar de Obama tudo ter feito para impedir este propósito, criou um supercomputador que duplica os 93 biliões de operações por segundo e que pode inviabilizar qualquer ataque e impedir as criminosas guerras.

Eu que nunca fui militar, nem especialista em computadores, há anos venho avisando que isto aconteceria e os EUA podiam provar do veneno, que eles tantas vezes espalham, mesmo pensando que o fazem por bem.

Até os portugueses, que desde o 25 de Abril, com todas as fanfarronadas da Esquerda imatura se lançaram na propaganda demagógica que os envolve gritavam: nem mais um militar para a guerra! Daqui a pouco estão mais militares prontos a perder a vida do que na guerra colonial.

Às ordens da NATO, eles vão para a Lituânia para enfrentar os perigosos Russos, se eles puserem os pés, um milímetro fora do paralelo.

Vão para o Kosovo, vão para o Iraque, vão para a Somália, vão para o Mali, vão para o Afeganistão, vão para onde calhar a mando da NATO, dos EUA e de quem lhes der ordens. Passaram a ser paus-mandados, estes farroncas que viajam de submarino, de fragata, de avião C-130, de Helicóptero e muitas vezes a butes quando lhes estragarem os meios de transporte, o que pode suceder se o supercomputador baralhar o “cérebro” das máquinas.

Estou mesmo convencido que foi o que aconteceu ao avião da Egyptair, que se despenhou no Mediterrâneo, depois de rodar como louco entre o céu e o mar.

 

Anterior “A derrota do homem é a morte. Por ódio faz a guerra”

C.S

publicado por regalias às 05:30
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Incompetência ou falta de...

. Isto não é um mundo de ge...

. Esplendor de Portugal atr...

. Catalunha é mais poderosa...

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds