Segunda-feira, 22 de Junho de 2015

Votos no BE e degradação dos frouxos portugueses

Agora que as eleições se aproximam vamos assistir ao que mais degradante existe nos Partidos para caçar algumas dezenas de votos, não se importando em poder contaminar umas centenas com ideias e doenças que os fragilizarão para sempre.

Ao observar a marcha dos invertidos entusiasmados verifiquei que o número era diminuto.

Na frente da banda vejo uma destacada dirigente do Bloco de Esquerda vendendo a sua proteção à minoria e tentando com a sua atitude receber trinta ou quarenta votos, se tanto.

O grave da marcha está em que o número de infetados com o HIV tem aumentado assustadoramente em Portugal e a morte por sofrimento é inimaginável.

Outro dos erros dos marchantes, e aqui a palavra toma o significado pejorativo, é que o Bloco de Esquerda se assemelha ao dos marchantes que vendem a carne para os talhos.

Os insensatos ao serem filmados ficam nos ficheiros de todos os países onde as ligações sexuais de dois seres com o mesmo sexo, além de serem proibidas, muitas das pessoas desaparecem, são presas e mortas.

A vantagem que tiram da exposição mediática para cativar parceiros também não me parece resultar, mais de metade de quem ia no cortejo ou é gente que já está contaminada ou então são gente pouco atraente, escanzelados e disformes.

Claro que eu podia não me incomodar com o degradante espetáculo, mas não resisto a evitar que as pessoas sofram depois de um tempo de gozo, que é naturalmente curto.

A ideia que cada um faz do corpo o que entende é aceitável, mas não é justo que outros se aproveitem das fragilidades mentais e sexuais de cada um para daí tirar proveito como é o caso do Bloco de Esquerda, paladino das causas fraturantes e dos resultados frustrantes que sempre obtiveram depois de as terem assumido como suas.

Em todos os tempos sempre houve gente com estes comportamentos.

No antigo Regime, a censura evitava que os casais do mesmo sexo causassem escândalo para não haver propagação do ato, caso contrário não se metia no assunto.

Um dos mais conhecidos paneleiros, por volta de 1950, era o Toninho de Viseu, mas não me consta que alguma vez tivesse sido incomodado. Segundo parece tinha aquele vício, mas sabia conviver e entrava nas graças que as pessoas lhe dirigiam.

C.S

publicado por regalias às 05:20
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Incompetência ou falta de...

. Isto não é um mundo de ge...

. Esplendor de Portugal atr...

. Catalunha é mais poderosa...

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds